10 de novembro de 2017

Anoiteço


Anoiteço

sinto o beijo
na testa
olhar cintilante
tantas promessas
vejo a surpresa
a descoberta
amor que conforta
e que liberta

quero tua boca
mas fico quieta

sinto a mão
na minha, apertada
lágrimas secas
são esquecidas
delírios constantes
e coisas erradas

meus olhos nos teus
e toda uma vida

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário