27 de outubro de 2017

Pelos campos


Pelos campos

sol no céu da boca
pelos campos
corrida mais louca
eu tu nosso encanto
assim meio rouca
grito o meu canto
tiro a roupa
sem desenganos

grama gelada e orvalho
sorriso de mata
pelos campos
sanga transborda
fiel na pegada
minha tua cara de anjo

encontramos remanso
na madrugada
amanhã hoje outro dia
assim pelos campos
fortes no abraço
cantamos poesia.

Dhenova



Nenhum comentário:

Postar um comentário