16 de outubro de 2017

Em meu peito


Em meu peito

que venha a madrugada
fria ou melancólica
que venha a nostalgia
e a suas demoras
cinza verde ou ametista
tanto faz se alma de artista
ou só mais um ser simplório

que venha a manhã cega
em meu peito
as tuas descobertas
entre minhas pernas
tua força eterna
tua risada alta
saliva doce
em meu peito
teus sonhos

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário