31 de outubro de 2017

Abstrato


Abstrato

Grãos de areia
beijam a brisa
gaivotas voam
buscam morros
em sinas e gritos
sem socorro
passos se afastam

passadas rápidas
voo do tempo
assim sem rima
surge abstrato
poema de esquina
pintado num quadro.

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário