12 de setembro de 2017

Esmolas


Esmolas

assovio baixinho
irrompe no rio
garça magra
foge alvoroçada
outro desafio

às margens, o homem
envolto em panos
metais e plásticos
deixa rastros
de desatinos

ah, pobre rio
sujo, enfermo
agonizante

ah, pobre garça
correndo atrás
de um pouco de ar

ah, pobre vida
iludida
sempre pedindo mais.

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem me acompanha...

Pesquisar este blog

Visitantes