.

Da fêmea que sou, ah, eu sei...

11 de agosto de 2017

Serena


Serena

Vejo as grades da janela
servem mais de proteção
do que de cela
e sorrio, serena

losangos brancos
na escuridão
mostram fissuras
mais do mesmo
sempre o pranto
do 'tanto faz'

fiz a escolha
talvez não a certa
preciso do encanto
e da linha reta
sei do que aprisiona
também do que liberta

curvas cansam
ainda que emocionem
andei sem freio
nos últimos anos
acreditei em balelas
não quero magoar 
quem me cerca
prefiro valores
a qualquer descoberta

vi beleza nos ritos
tesão desenfreado
mas é no chão o limite
as bases que faço

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem me acompanha...

Pesquisar este blog