2 de junho de 2016

Voo sem glória

Voo sem glória

Sou exímio pássaro
voo sobre as ondas
faço piruetas e arrasto
as asas sem manha
sou exímio pássaro
que nada e mergulha
molha as penas
no gelado mar 
das próprias condutas
sem história
não há glória em rotas vãs
pássaro gelado
assim como em escolhas erradas
sem história não há fato
sem glória
não há escolhas vãs
exímio pássaro
sem glória não há fato
apenas histórias erradas.

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário