29 de abril de 2016

Imensidão

Imensidão

E sempre que penso
em teu corpo
e o meu
falha a respiração
fico tensa
trago à mente
outro desenho
abstrato e frio
quero esquecer teus olhos
e meu suor é gelado...

e sempre que penso
em ti
em mim, em nós
não falta ilusão
novamente
tua mão e a minha
crua semente
emoções nuas
espelham paixões
lua cheia... lua linda.

E sempre que penso
em parceria
lembro de nós
quando canta poesia
soberbos são os nós
a vida é alegria
imensidão
harmonia
vivamos
sem nostalgia
ainda que sós.

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem me acompanha...

Pesquisar este blog