6 de janeiro de 2016

Nua... mas vestida

Nua... mas vestida

Assim me senti
mais do que nua
ainda que vestida
donzela de rua
macacão vermelho
presilha no cabelo
excitada e indefesa
lábios cor de ameixa
assim me senti
meio besta

então me enxerguei
pessoa tão crua
apostei na ida
alcancei a lua
mas vi o espelho
nele, os medos
estrela sem beleza
não esconde segredos
tem o dom do gelo
como defeito

foi o que vi
enquanto esperava
o nascer do sol
na noite sagrada
assim, sem claridade
sem força ou luz
apagou-se a vida
alta madrugada
nua... mas vestida
não desfiz a mala.


Dhenova






Nenhum comentário:

Postar um comentário