.

Da fêmea que sou, ah, eu sei...

7 de outubro de 2015

Se faço chover



Se faço chover

ali, fiquei
deitada no chão
barriga pra cima
olhos abertos
sem nenhuma ferida
crua como o deserto

fiquei, ali
sem ser bom ou ruim
apenas permaneci
olhando o nada
enquadrando a lua
assim deitada
quase nua
tão desprezada...

foi quando riscou no céu
um raio de luz
traçou um desenho
talvez um quadrado
gesticulou incerto
entendeu-se amado
aproximou-se farto
tocou-me os dedos
fez-se de rogado
aliviou meus medos
aninhou-se casto

agora estou aqui
sem saber
se olho à luz
ou se faço chover...

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem me acompanha...

Pesquisar este blog