16 de outubro de 2015

Perdas e ganhos

Perdas e ganhos

Voei até o pico mais alto
juntei no caminho sonhos
fiz da realidade um traço
rasguei da cortina o pano

senti frio com o mormaço
ainda que encantada
busquei no ninho abraço
versos livres na madrugada
fui longe atrás de laços
e no fim tudo deu em nada

esqueci da fumaça na estrada
e que alguns sentimentos passam...

voltei até a planície enrugada
jorrei água azul num círculo
senti perdidas as asas
não fiz caso dos vícios
nem da brisa fria lá fora

quando se esquecem os perigos
cada qual sabe a sua derrota.

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário