3 de setembro de 2015

Sem razão


Sem razão

Não importa nem um pouco
ter razão ou não neste jogo
nada mais falará a língua  ferina
nenhum ai, nenhuma sílaba

 o sorriso no rosto não é sina
abraçar e beijar quem se ama
cena assim tão bendita
só a alma reclama

e estar viva é a sorte
em boa companhia
o que faz verdadeiro o norte
emoções nada arredias

como eu disse lá em cima
não me importa nem um pouco
ter razão ou não nesse jogo.

Dhenova
03/09/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem me acompanha...

Pesquisar este blog