26 de setembro de 2015

A fera que nos consome

A fera que nos consome

Ah, Beija-Flor, não sabes meus medos
te vejo assim à minha janela
tão colorido, tão intenso, tão belo
e fico pensando em emoções raras
em terras e planos... em luas de prata

ah, passarinho, tu que me acenas
com tanto carinho
fico imaginando tantas cenas
voos sem rotas certas
deixam-me insegura, descoberta

ah, inspiração que me veio
se fores apenas um sonho
eu te peço voltes ao seio
da fera que nos consome.

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem me acompanha...

Pesquisar este blog

Visitantes