8 de julho de 2015

Universo de lonas



Universo de lonas

Não perco tempo com elogios falsos, nem armo circos, universo de lonas, em terrenos particulares, ou sem donos, as redes são verdadeiras e os palhaços vertem tristezas, meu espetáculo é rico, em forma e grandeza, não espero menos em minha mesa... não gosto de cenas estudadas, meu mundo é redondo, faz algum tempo que desalinhei os esquadros, sustento meus sonhos, e mando às favas ilusões baratas, não se engane comigo, nada tenho de fraca, tenho as mãos abertas mas são visíveis as chagas. Fiz a escolha certa, quando embarquei na fragata. Tudo o que não for descoberta, já não me vale nada.


Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário