.

Dos rios que não cruzei... não sei!

26 de junho de 2015

Havia...

Havia...

em cada passada
uma certeira
pisada

na areia, no mar
na montanha
encantada

em cada página
uma letra
marcada

nos olhos, no peito
nas lágrimas
petrificadas

em cada trilha
uma melodia
encarcerada

nos ouvidos, na boca
na mudez
exagerada

em cada dia
uma corrente
talhada

nos pulsos, nos dedos
na mão
espalmada

em cada vida
uma parceria
entrelaçada

no coração, na mente
n'alma
iluminada.

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem me acompanha...

Pesquisar este blog