23 de outubro de 2014

Ah, essa saudade

Ah, essa saudade

Ah, essa minha saudade
que tem cheiro, tem cor
vem repleta de verdade
e ainda assim causa dor

Ah, essa minha agonia
sensação que dói no peito
que traz junto a sinfonia
de uma paixão sem direito

Ah, emoção que não tem jeito
nota grave da canção
luz nas trevas sem efeito

Ah, essa solidão é companheira
levo nos olhos a ilusão
sentimento de uma vida inteira

Dhenova

4 comentários:

  1. Te admiro amiga! Sempre amei tuas poesias e prosas, enfim, tudo que escreves. Sempre lindo, profundo e bem escrito. Palmas pra ti Dhenova! 👏👏👏👏

    ResponderExcluir
  2. Grata demais pelo teu carinho, amiga. Feliz demais aqui. Amo tu!

    ResponderExcluir
  3. Prezada Dhenova seu blog está nos meus favoritos e ressinto-me de não vir mais vezes visitá-lo. Quanto aos teus poemas, faltam-me palavras para expressam minha emoção, meu entusiasmo despertados por eles ou falta-me a humildade de admitir que estou diante de um coração visceralmente expressivo que é capaz de nos tocar o mais obscuro canto do coração? Que você mesma responda. Parabéns, que palmas celestiais agradeçam por tua inspiração absorvida dos céus e compartilhada conosco. Parabéns mais uma vez e desejo-lhe toda sorte de felicidades. Eu voltarei (I go be back!)
    http://www.nossoslivrosfree.com.br/
    https://www.youtube.com/user/estacaodapoesia/

    ResponderExcluir
  4. Grata, querido amigo, pela companhia e por tanto carinho. Acompanho teu blog e faz algum tempo a página do Youtube. Parabéns por tanta sensibilidade! Volte sempre! Beijo no coração

    ResponderExcluir