9 de setembro de 2014

Tuas notas



Tuas notas

Teus dedos fizeram o intervalo
entre a nota mais alta
e a primeira
tocaram reentrâncias
deixaram rastros agudos
melodia inteira

teus dedos foram a cura
para alguns absurdos
sempre a mesma procura
a de títulos puros
e dos tantos ângulos
incrivelmente obscuros

teus dedos criaram a canção
liberta de uma cela
o ápice da emoção
numa súplica singela.

Dhenova
8/de setembro/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário