8 de agosto de 2014

O que me conquista



'Procuro hoje na poesia a textura mais doce, palavras que falem do amor entre a lua e as estrelas, que falem do deus sol e também das borboletas, que falem do dia da noite da madrugada, que falem da estrada; que venham estas palavras com o suave cheiro de orvalho, de grama cortada, que tenham o brilho da água cristalina, que sejam sentidas na maciez da areia fina. Que tenha alegria na poesia, sim, esta me conquista.'

Dhenova

2 comentários:

  1. É sempre um prazer passar por cá e te ler...!

    ResponderExcluir
  2. Feliz aqui, amigo, pela tua querida presença!

    Abração e volte sempre!

    ResponderExcluir

Quem me acompanha...

Pesquisar este blog