3 de dezembro de 2013

Nova Morada



Nova Morada


Quero janelas redondas
espalhadas pela sala
cansaço tenho das quadradas
e de tanta coisa chata

Quero respirar ar fresco
canalizar meus medos
esquecer do pranto seco
e de todos os segredos

Quero dançar uma valsa
embalada pelo abraço
até que seja uma salsa
desde que tenha o laço

Quero vidros coloridos
em tons de azul e rosa
deixar atrás os castigos
finalmente, ficar prosa

Quero portas abertas
sol refletido no piso
emoção em linha reta
segurança no que sinto

Quero a nova casa
limpa, seca e iluminada
livre da vil pobreza
pela lua inspirada


Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem me acompanha...

Pesquisar este blog