10 de dezembro de 2013

Noite Estrelada

Noite Estrelada

N o anoitecer
O olhar brilha
I gual estrelas
T ão lindas...
E o canto cigano

E nvolve todo o campo
S ó na madrugada
T ocam os tambores
R isca no céu a
E strela cadente
L ivre, ela cai
A luz incandescente
D esenha o suspiro reprimido
A mor de segredo.


Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário