28 de novembro de 2013

Das Safadezas do Mundo

Das Safadezas do Mundo


Era uma vez um caderno sagrado
continha as safadezas do mundo
jurava ser muito encantado
mas só mostrava o sujo do fundo
havia maldade, muita sacanagem
solidão, inveja, hipocrisia
escritas muitas e muitas bobagens
era só folhas feias, vazias
pintadas com tinta destilada
veneno que se espalha e arde
era só folhas pardas, amassadas
numeradas a esmo por um ser covarde
que se mostraram a alguns, todavia.


Dhenova

2 comentários:

  1. E quantos tantos destes circulam por aí, amada...Uns se mostram, outros, disfarçam tão bem...rs Afiados versos. Sempre fã! Beijo, Dhê. Que a brisa te abrace!

    ResponderExcluir
  2. eheheh... gostei dos 'versos afiados'

    bom demais te ver por aqui!

    Saudade!

    Amo tu

    ResponderExcluir