26 de março de 2013

Eu morro dançando


Eu morro dançando

E me dói o peito
busco ar na fumaça
eu vou meio sem jeito
quero tirar a mordaça

E valsar à lua
encontrar as estrelas
ainda que nua
esquecer os cometas

E voltar à base
procurar diamantes
refazer todas fases
contar os instantes

E escalar montanhas
alcançar o pico
enfatizar as manhas
correr os riscos

E morrer dançando
o mais torto tango
continuar amando
mesmo que seja estranho.

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário