5 de janeiro de 2013

De Vagar


De Vagar


Vaga a lua lá no céu, tão linda
tal qual o meu pensamento agora
vagando pela noite negra; infinda
saudade dos teus braços me devora

Vaga o caminho ao norte, tão severo
tal qual o desleal destino, incerto
vagando pelo dia inteiro; apaixonada
tristeza por esperar teu beijo, calada

Vagando vai minh'alma pelos vãos
da vida a ver escorrer pelas mãos
o nosso amor que eterno parecia...

Vagando vai minha canção no eco
espalha o sentimento mais sincero
resgatar a poesia num único verso.


Lena Ferreira & Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário