3 de outubro de 2012

Lira


Lira


Já fui ventania, fui temporal, 
me fiz tornado, arranquei raízes, 
vivi no vento todas as crises
fui cortante
como o Minuano
busquei o instante
como fundo de plano
hoje sou brisa doce
trazida pelo verde do mar
hoje sou maresia
nostálgica lira
que se põe a cantar.


Dhenova

Um comentário:

Quem me acompanha...

Pesquisar este blog