.

Dos rios que não cruzei... não sei!

1 de outubro de 2012

Eu ando por aí...


Eu ando por aí...

Eu tentei achar no silêncio a cura
me fiz um anjo de candura
e ainda assim não resolvi nada
foram virando-se as páginas
e eu sequer percebi...

Eu procurei a sílaba do meio
aquela não proferida
fui bandida e banida
e ainda persisti no anseio
perderam-se as notas no ar
e eu continuei ali...

Eu finalizei o ato
quis um amor exato
mas vi a porta fechada
entornaram-se as águas
e eu me perdi e perdi...

Eu andei por aí
fiz inimigos
encontrei amigos
discuti o tempo
fui aprendiz
e mestre
quis a vida
quis a morte
hoje, tenho a sorte
de apenas viver
insone, mas sem remorso...

Dhenova
22/8/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem me acompanha...

Pesquisar este blog