4 de setembro de 2012

Teu olhar...



Meu olhar procura o teu, enquanto lá fora a chuva continua a cair... e os pingos, quando batem no chão, fazem um estranho zigue zague entre a cerâmica ainda cinza e suja do pó da civilização, o verde ficou pra trás. É... E assim, com o mesmo olhar, eu ainda procuro a última estação e o teu olhar... espero, logo ali. 

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário