Faço versos com o vento, areia do deserto; minha densidade eu mesma aguento, não sou sexo frágil; imaturidade não concebo, indiscutível é o intento, todavia, quando a maré é alta, o poema sai aos avessos, meio sem forma, mas no conteúdo, ah, ele arrasa e não deforma.

24 de agosto de 2012

O que significa viver...


O que significa viver...


O sol surgiu diferente
com mais brilho e calor
não que eu seja crente
mas acredito no amor

Descobri certas coisas
que nunca dei valor
sorrisos trazem as boas
chorar provoca rancor

Cada tombo que levo
pelas ruas esburacadas
faz com que levante leve
e sinta as flores perfumadas

Estarei livre dos vícios
quando chegar o anoitecer
não quero mais os cios
sei que preciso crescer

Sei também da estranha via
da dificuldade a ser superada
vou me apaixonar pela poesia
para então me sentir amada

Quero da vida o melhor
abraço sincero, elo forte
não espero mais o pior
vou atrás da minha sorte.

Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário