.

Da fêmea que sou, ah, eu sei...

27 de março de 2012

Classes

Classes


Cansei do adjetivo perdido
verbo de ação não me deixa animada,
necessito de posição
seja ela em próclise ou ênclise, ou nada
das confusões só quero a benção da distância,
e a paz na caminhada

Cansei dos pronomes pessoais
retos, oblíquos, de tratamento
eu, tu, ele, nós, elas, ai,
cansei de tanto tormento

Cansei dos possessivos
minha, tua, nossa etc
cansei dos tantos vícios
e vi na janela aberta
tela descoberta, uma amostra
espelho da covardia...

todavia senti falta
dos substantivos concretos
também de alguns nexos
ah, fixação pelos objetos diretos
esquecida dos complementos
eu ainda fiquei

foram tantas as preposições
que passei a querer o que me consumia
e me fiz arremedo sem segredo
orações subordinadas e ainda partidas
um caos na sintaxe da vida... é, eu tive medo

hoje sou frase em ordem direta
emoção calada profundamente, diversa
coordeno intenções como quem
apenas escreve num diário
e tenho a ousadia,
pela menos uma vez por dia
de tentar escrever poesia.


Dhenova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem me acompanha...

Pesquisar este blog